29 de mar de 2009

VOTO SEM RESPONSABILIDADE

Segundo nosso ex-presidente FHC:
"Nosso sistema eleitoral é ruim, se não mudarmos vamos ter a repetição de Congressos do mesmo tipo. A relação de quem vota e de quem é votado é tênue. Quem é votado se sente à vontade para não prestar contas".
Realmente precisamos mudar!!!!!
O sistema utilizado hoje não garante a vontade do eleitor. No voto proporcional, que elege vereadores e deputados, trabalha-se com o conceito de quociente eleitoral, aproveitando até a última gota o comparecimento do eleitor às urnas, a partir do momento em que aperta a tecla "CONFIRMA", o eleitor perde inteiramente o controle sobre os caminhos percorridos pelo seu voto. Ainda piora no caso dos senadores, temos os suplentes. Cidadãos sem um único voto podem assumir presidências de comissões, discutem o orçamento, implementam interesses estranhos, desprezam a opinião pública, não prestam contas, não dão satisfação ao eleitor. Não precisam de votos.
O voto majoritário, por sua vez, que elege presidente, governador e senador, é mais direto. O eleitor vota num candidato. Se ele não for eleito, o voto não é reaproveitado, como no voto proporcional.
Concordo Fernando, temos que mudar, usando suas palavras: "Nosso sistema de representação, está bambo, não representa mais nada".
Veremos mais e mais episódios, não só durante o mandado corrente, mas já durante a semana. Como tem sido sempre...

2 comentários:

claudinei disse...

Na verdade eu não creio que nosso sistema seja honesto, pelo contrario quem me garante que o voto que digitei vai realmente para o respectivo candidato, creio que devo parecer um tanto quanto dramatico mas nao consiguo visualizar honestidade no nosso sistema de votação , temos que mudar sim e o mais rapido possivel, O VOTO NAO PODE SER OBRIGATORIO

Corrente Moral disse...

Concordo meu amigo, o verdadeiro exercício da DEMOCRACIA, temos deveres e direitos, o direito de não escolher ninguém seria um voto a falta de opção.
TKS

Postar um comentário

Registre seu comentário (Faça parte desta corrente)

 
;