8 de nov de 2009

E a ti, Pátria, salvaremos!

Estamos mais seguros?

Com o apelo nacional, desejando mais segurança, está já em face final o projeto de lei que dará mais poder de polícia às Forças Armadas, além de proteção legal aos militares. Os poderes constituídos, Exército, Marinha e Aeronáutica, podem revistar pessoas, veículos e instalações e fazer prisões em flagrante delito.

É fato que alguns soldados, que fizeram vigilância nas favelas e participaram de operações no Rio de Janeiro, respondem até hoje a processos na Justiça comum, quando estavam sob ordens do Exército. Sem proteção legal, são obrigados a pagar seus próprios advogados nos tribunais civis. Os soldados que estão na Missão de Paz das Nações Unidas (Haiti), são protegidos por legislação especial: fazem trabalho de polícia, mas na condição de militares, na Força Internacional, é o grupo com melhor saldo de sucessos e o mais bem aceito pela população

Mas e no Brasil, o comportamento e o sentimento de civilidade vai ser positivo? Tomará que sim.

Na ECO 92, quando muitos lideres mundiais se reuniram no Rio sob a bandeira da ONU, os militares se posicionaram em pontos estratégicos com tanques e infantaria nas bases dos morros, assim, deram tranqüilidade aos moradores.

Um exemplo foi o da semana passada. Um pequeno avião carregado de cocaína foi alvejado com dois tiros de abate pela Aeronáutica, que não tem poder de prisão, ao pousar em uma fazenda até avisar e mobilizar a Polícia Federal, deu tempo para os tripulantes fugirem.

Você tem uma opinião sobre isso, comente sua expectativa sobre o assunto.

image

contatos, dicas, reclamações, etc… mande um e-mail blog-mail

clique no RSS e saiba antes oque penso!!!

já há um site em construção, faça parte da corrente e ajuda a aprimorá-lo:

5 comentários:

Matheus disse...

Ainda bem que eu já servi, ir nas favelas do Rio não seria saudável pra ninguem(rsrsrs)

CLAUDINEI disse...

caro André na atual situação que se encontra o Brasil (pais de merda) eu não acredito que qualquer atitude com relação a criminalidade possa ressoar em algum resultado positivo. O que temos ai e esta maquina podre onde Lulas PMDBS PTS e etc e tal, vivem mamando no sistema coruptoe com certesa, jamais querem perder a tal mordomia. Dai vem uma pergunta : Ate que ponto as forças armadas não irão se corromper da mesma maneira que a policia ? Olha na minha opinião será muito mais rápido do que se imagina. Hainda não conheci um ser humano que não tenha seu preço, ou seja resumindo em miudos não vai resolver absolutamente em nada, será mais uma partição que irá levar sua fatia neste grande bolo que se chama corrupsão

CLAUDINEI.´.

Corrente Moral disse...

Acha visto que existe corrupção em quartéis, algumas armas daqueles que vemos em notíciários, armas de guerra, tem origem por lá.

Hefren disse...

Caro André

Fazendo coro com o que ja se disse, gostaria so de acrescentar que essa história é antiga. Muito se discute, há muito tempo já, sobre a quantidade de leis, a qualidade das leis, menos leis, mais leis, leis mais ou menos brandas. E. contudo, estamos cada vez mais atolados e corrupção e impunidade. Me parece mais ums questão de "como" ao invés de "quem" ou "o que"
Quem hoje vai pra cadeia? Quem cumpre pena exemplar? A impunidade, será menor??

Corrente Moral disse...

Concordo Hefren,
Bom, o ano que vem é Eleição, faltam 328 dias, a Situação vai ter que se movimentar para parecer que caminha para uma solução.
Acho que já está decidido.
Obrigado por acrescentar sua opinião no blog.

Postar um comentário

Registre seu comentário (Faça parte desta corrente)

 
;