2 de nov de 2009

Toda Nudez Será Castigada (?)

 

Aqui cabe a pergunta, o titulo de hoje é baseado, ou inspirado, na peça de teatro escrita por Nelson Rodrigues, inclusive há o filme dirigido por Arrnaldo Jabor. Sem entrar em delongas, o episódio ocorrido na Uniban em São Bernardo do Campo causou espanto pela manifestação de intolerância e irresponsabilidade que beirou o absurdo. Sendo duro com a atitude dos estudantes, termo que indicaria pelo menos buscadores de conhecimento, cidadania, etc… foi de estranhar o motivo gerador de tanto tumulto.

O caso, e isso está claro, é apenas de uma intolerância de gente retrógrada, preconceituosa, segregadora, indecente e de um falso-moralismo que não suporta um troco errado (a mais claro) do caixa da cantina. Gente que não comunga de nenhum respeito ao outro e que deve cultuar o individualismo que só aceita os próprios valores como válidos.

Os estudantes da Uniban de São Bernardo engolem em silêncio mensalidades abusivas, professores medíocres e o sistema de ensino que fabrica fortes candidatos ao desemprego. Só não engolem uma jovem com a saia curtíssima. Os estudantes da Uniban aceitam com mansidão a corrupção, os impostos extorsivos, a roubalheira federal. Só não conseguem controlar a indignação e domar a cólera se  aparece uma jovem com as pernas à mostra.

Posso dizer isso porque conheço pessoas que estudam lá, e, quem me conhece, sabe de que estou falando.

Está instituida a Inquisição do século XXI, parabéns aos alunos!!!!

contatos, dicas, reclamações, etc… mande um e-mail blog-mail

clique no RSS e saiba antes oque penso!!!

já há um site em construção, faça parte da corrente e ajuda a aprimorá-lo:

http://sites.google.com/site/correntemoral

15 comentários:

Marcelo disse...

Ela é show de bola, deve ter dado ciumes no povo.

Cadu disse...

Não faz muito tempo houve o caso de linxamento devido um atropelamento em frente a Uniben, deve ser stress.

Duda disse...

Não quero defender os alunos mas a roupa tem que ser adequada à ocasião

Marco disse...

Ela mereceu coisa pior, o mundo nao tem pudor..

Somente mil idéias disse...

Isso define o que penso sobre o seu post:

Viver em sociedade é um desafio porque às vezes ficamos presos a determinadas normas que nos obrigam a seguir regras limitadoras do nosso ser ou do nosso não-ser...
Quero dizer com isso que nós temos, no mínimo, duas personalidades: a objetiva, que todos ao nosso redor conhece; e a subjetiva... Em alguns momentos, esta se mostra tão misteriosa que se perguntarmos - Quem somos? Não saberemos dizer ao certo!!!
Agora de uma coisa eu tenho certeza: sempre devemos ser autênticos, as pessoas precisam nos aceitar pelo que somos e não pelo que parecemos ser... Aqui reside o eterno conflito da aparência x essência. E você... O que pensa disso?


Que desafio, hein?
"... Nunca sofra por não ser uma coisa ou por sê-la..." (Perto do Coração Selvagem - p.55)

Clarice Lispector

André Martins disse...

Esta sua solicitação requer uma reflexão, cogito ergo sum!!!
Te respondo depois.

CLAUDINEI disse...

Andre meu irmão, sabe fico a refletir sobre tudo que aconteçe neste momento em nosso pais, e creia sem querer ser o dono da razão nem tão pouco fatalista, isto é só uma ponta do iceberg que etá por vir diante de nossos olhos, que já estão iluminados pelo conhecimento, e vc sabe do que estou falando.
O que podemos esperar de universitarios com este tipo de atitude? O que será de nossos filhos que estão formando opiniões diante de uma ridicularidade desta monta?
olha resumindo tudo isto a menina se deu bem:
Esta na maior fama, todos os dias na tv
Com certeza já esta ganhando uma graninha para aparecer, detalhe; já foi convidada para pousar nua na playboy.
Analizando o caso;
Vai fazer um belo sucesso e levar uma boa grana para pousar nua em torno de UM MILHÃO DE REAIS.
Detalhe se investir bem esta grana da pra levar DEZ MIL REAIS POR MES DE RENDA SEM FAZER NADA .
Agora deixarei aqui uma pergunta;
Quanto daqueles ridiculos que estavam fazendo aquela discrepancia vão se formar?
Quantos deles vão ganhar DEZ MIL POR MES?
sem contar que são um bando de inuteis que só estudam porque os pais pagam.

CLAUDINEI disse...

há e so completando
FAÇA O QUE TU QUERES HA DE SER TUDO DA LEI

Corrente Moral disse...

Bela comparação meu irmão, sabe que a Li estuda lá, se ganhar isso, sem poussar nua é claro, vou me matricular já no próximo ano!!!!

Somente mil idéias disse...

Estou esperando o cogito ergo sum.

Corrente Moral disse...

Verdade, mil desculpas, prometo colocar como prioridade.
Preciso escolher bem as palavras pois seu comentário me impressionou.

Marcelo disse...

Boa Tarde Senhores....

Segue meu comentário, gostaria de primeiramente elogiar a primeira iniciativa da instituição em desliga-la do estbelecimeto de ensino privado, pois se fosse em outra faculdade como USP, UFRJ, PUC dentre outras federis e estaduais, tlves nem ficassemos sabendo deste caso, pois são geridas por pessoas extremamente incapazes de gerirem suas proprias vidas quanto mais milhares de alunos e professores altamente capacitado. Agora onde eu quero chegar com esta história?`Por se tratar de uma instituição particular, acho que seus dirigentes tem todo o direito em inibir tais atitudes, agora como tudo em nosso Brasil, as opiniões contrárias são muito mais fortes que as opiniões morais. Tanto é verdade que a maioria dos notiiários penderam para o lado da "GAROTA", e não da instuição, espondo-a como "PRECONCEITUOSA". Não sei se felizmente ou infelizmente temos o chamado "DIREITOS HUMANOS", o mesmo direto que dão aos pedófilos estão dando à este caso. Porém não dá o direito de nos expressarmos moralmente diante deste historia rídicula, mais absurdo que isso é a midia dar tanta enfase a este caso, com mais de 1 minuto e meio no JN e tantos outros noticiários de respeito, para tratar deste assunto insignificantes, porém como disse meu irmão Claudinei ela está atingindo o seu objetivo. Agora por fontos fidedignas da propria UNIBAN, a "GAROTA", e suas amigas, habitualemnte iriam com roupas provocantes em determinados dias, pois tinham aula com um certo professor que o qual no mísero entendimento de suas cabeças fúteis o taxaram como homossexual, e as mesmas queria provoca-lo e em muitas ocasiões adentravam a instituição até mesmo sem roupas intimas por baixo. Gostaria que passasem ao maior numero de pessoas que tenham o pensamento igual ao dos veículos de comunicação.

Ps. este Marcelo que fez este comentário ridículo acima não sou eu!!!

Reinaldo Tchola disse...

A intolerancia realmente é uma atitude que deve ser combatida.
A Geysi (sei lá se esse é o nome dela) no dia dos acontecimentos, em desfile, falava para que os alunos tirassem fotos, chegou ao ponto de levantar mais a saia, tanto que o começo de suas nadegas (a polpinha) ficou amostra.
Os jovens que lá estavam ficaram super excitados com tamanha desenvoltura, logo, explica a aglomeração em frete a sala da garota.
Tanto ela quanto suas amigas frequentavam as aulas do professor, que naquele dia dava aula, sem calcinha e com saias curtas, mostrando a caverna do dragrão, para ver se o convencia de deixar de ser homosexual.
A garota tem direito de sentir-se lesada e deve buscar seus direito, constituindo um advogado e processando quem acha que deve, agora, a repercurssão desse assunto em todos os meio de comunicação, nos mostra o quanto o povo brasileiro ainda está no patamar de povinho.
O paciente está morrendo de ataque cardiaco e o médico está preocupado com a unha incravada do cara.
Há um pouco mais de um mês a guarda civil de São Caetano, invadindo jurisdição, trocou tiros com bandido (infomação não confirmada) e matou uma menina de 16 anos que voltava para sua casa (B.heliopolis). Surgiu algum grupo de debate ou ganhou tanto espaço na impressa ??? Não. Um caso gravíssimo como este não teve dois dias de repercurssão.
O engraçado que os que levantam a bandeira de que os alunos da UNIBAN são preconceitosos, parecem viver no império romano, epóca do "pão e circo". É só você dar uma diversãozinha que os tontos esquecem das coisas mais importantes.
Apagam ??? Só percebi porque não pude ver a reportagem da Geysa !!!!
Pessoas morrendo nos corredores de hospitais ??? Nâo vi estava vendo a Geysa no Super Pop !!!
Pensem nisso e verão quem está sendo intolerante.

Reinaldo Tchola disse...

No comentário acima leia-se "Apagão" ao inves de "Apagam"

Corrente Moral disse...

Obrigado pelo comentário Reinaldo.
Espero não ter sido mal interpretado. Não tomei partido a favor da moça, só repudio a intolerância. E fica registrada a critica da disseminação de escolas de terceiro ciclo, movidas pelo lucro, que se propõem a qualificar para eventuais oportunidades de trabalho, mas não tem condições nem o propósito de ressocializar para os desafios e os embaraços de vida cotidiana, como o exemplo recente que deu origem à este post.

Postar um comentário

Registre seu comentário (Faça parte desta corrente)

 
;